Cafeteria do Massinha…

Cafeteria do Massinha

Ok, ok… Eu pego um pouco no pé sim! Mas a idéia me pareceu boa… Estava conversando com meu amigo gringo Mariano Malisani e tivemos essa idéia para uma “mudança de carreira” para o Felipe. Caso os tablóides italianos estejam certos e Hamilton assine com a Ferrari no lugar do brasileiro, para nós ele faria um trabalho bastante competente administrando a cafeteria do circo, que ficou sem administração desde que a equipe Minardi deixou o paddock…

Seguem a relação de cada piloto com o novo estabelecimento do pitlane…

Michael Schumacher, mentor e amigo de Felipe, claro que seria o primeiro cliente. O heptacampeão tomaria o seu café, pensaria bem e diria:

– Ei muleque… Eu faria melhor sem as mãos e ainda conseguiria espirrar café em toda a roupa do Villeneuve no final

Rubinho Barrichello viria em seguida. Em meio às lágrimas, a reclamação na ponta da língua:

–Ei!!! A xícara do Michael tem muito mais café que a minha!!!

Jenson Button: “Hmm… Acho que vou querer o capuccino..”, tomaria um gole e devolveria […] “Pensando bem… Acho que quero um expresso mesmo” outro gole e mais uma devolução[…] “Pensando melhor, quero mesmo é um chocolate quente” […] “Nah… Devolve aqui o expresso que agora me decidi!”

Fernando Alonso: “Por que tu precisa ficar enfiando o dedão no meu café toda a hora?? Como assim o café vai esfriar? Estou esperando mais um pouco para não queimar a língua!”

Lewis Hamilton: O que?!!! Cinco dólares por um café??? Vai te F%$#%#$!! Você sabe com quem está falando aqui?!

Raikkonen: A máquina quebraria na hora em que o finlandês surgisse na fila…

Nick Heidfeld: Coçaria a barba com um olhar reflexivo e diria: “Não tomo café… Na verdade, o que é isso mesmo?…”

Robert Kubica: Nosso amigo Robert viria correndo como um louco em direção à loja, tropeçaria em Jarno Trulli, se queimaria com o café, bateria com a cabeça na porta e finalmente cairia no chão de barriga para cima, sem qualquer arranhão… Depois disso, agradeceria a João Paulo II.

Ralf Schumacher: “Você vai me pagar para beber esse café? Saiba que sou um dos três melhores tomadores de café da Fórmula 1…”

Jarno Trulli: Começaria tomando com muita vontade, chegando a queimar a língua, mas pela metade da xícara não aguentaria mais, deixando o resto para Frank Montagny: “Esse café não esfria rápido o suficiente!”, reclamaria com a equipe.

Takuma Sato/Anthony Davidson: Taku San agarraria a mão de Davidson e ambos mergulhariam no café (com snorkels, para a segurança…)

Alex Wurz/Nico Rosberg: O austríaco levaria horas para tomar seu café, mas ainda assim terminaria antes do Nico, que virou três xícaras antes de finalmente tomar um gole…

Giancarlo Fisichella: “O problema é que a cafeteria não faz um café adaptado ao meu estilo de beberagem…”

Heikki Kovalainen: Ao invés de mexer o café com a colher, giraria a xícara em 360º.

Adrian Sutil: Tropeçaria no primeiro gole e daria um banho de café em todo mundo na fila.

Cristian Albers: “Deixa que eu sirvo o meu café”, exigiria. Como a máquina não serviria rápido o suficiente, puxaria a xícara com força, derrubando todo o equipamento da prateleira.

Markus Winckhelhock: O único que pediria biscoitos com o café… Milagrosamente, surgiria como primeiro da fila…

David Coulthard: Tomaria um bule inteiro do café, começaria o dia lerdo, mas terminaria ligadão, de olhos esbugalhados e com uma tremenda insônia…

Mark Webber: Não importa se a sua escolha fosse por expresso, pingado, capuccino ou até uma água mineral… No fim, a xícara, o copo, a alça ou o píres iriam quebrar…

Antonio Liuzzi: Melhor emborcador de café nas categorias de acesso, Liuzzi não chegaria ao fim da fila na F1: “A equipe não me dá apoio o suficiente para obter os melhores lugares na fila!”, lamentaria…

Scott Speed: Eis a verdadeira razão para ele deixar a F1. Só tem café, não tem “Cereal & Milk”, só podia dar briga com os chefões da equipe…

Sebastien Vettel: Gurizão não toma café, a mãe dele ia pedir um Toddy no capricho…

Anúncios

~ por Bernardo Bercht em agosto 7, 2007.

7 Respostas to “Cafeteria do Massinha…”

  1. De onde você tirou tanta inspiração?!
    Muito bom… Dessa vez eu deixo passar kkkkk

  2. […] do Paddock, muito bem freqüentada. Para conhecer o comportamento dos clientes, por favor, visite o Downforce F1. Aviso pra quem está aí quietinho no trabalho: você vai rir, e […]

  3. mais eu prefiro ver a kubica gritando “a taxa a chorando irmao, ta chorando cafeeee” e vem depois ai os obispos e tudo mundo a rezar
    excelente post!!!

  4. Bravo! Numa altura em que todos discutem sobre a Formula 1 no seu pior, um post diferente e bem humorado. Parabéns!

  5. Do balacobaco, sensasional.

  6. Sensacional, achei quase tudo perfeito. Só ñ entendi muito bem a do Hamilton. Pra mim seria assim:
    Hamilton: O ti Ronn contrataria 10 pessoas para protegê-lo e segurar a xícara e no último gole ele deixa cair a xícara e diz “a culpa é da fábrica que fez a xícara”.

  7. poxa acho q depois do titulo o kimi pode tomar o café dele sossegado pq a maquina tem baixo risco de quebra…..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: