Ainda a ladainha favorita do mundo da F1, o Stepneygate

Ron Dennis

Nada satisfeito com a pressão da Ferrari que fez a FIA marcar nova audiência na Corte de Apelações, Ron Dennis resolveu reagir com maior eloqüência. O chefão da McLaren enviou uma carta ao presidente da comissão de automobilismo italiano Luigi Macaluso. Além disso, tomou a liberdade de publicar a correspondência no site da McLaren, revelando ao público a história sob a ótica da equipe inglesa pela primeira vez.

Em sua possível “epístola da verdade”, o dono da careca mais conhecida do automobilismo detalhou todos os passos da saga dos encapetados Stepney e Coughlan. Começando com a denúncia “anônima” do funcionário da Ferrari sobre o assoalho móvel no início da temporada. Dennis explicou que Coughlan recebeu a informação através de um e-mail e comunicou-a imediatamente à administração, que explicou a situação para a FIA, mas preferiu não divulgar o nome do funcionário “dedo-duro”.

Para Ron, eles seguiram os interesses do esporte ao não protestar contra a vitória da Ferrari na Austrália, que foi conquistada com o aparato irregular. Segundo o chefão da McLaren, “Stepney agiu de boa fé, já que nenhum time pode esperar que seus profissionais fiquem quietos ao perceberem que os empregadores estão infringindo as normas do esporte”. Quanto a não revelar o nome de Stepney, Dennis acredita que seria errado acusar o funcionário já que “não é do interesse da F1 que eles fiquem impedidos de revelar atividades ilícitas sob o risco de serem descobertos por seus empregadores”.

Ao mesmo tempo, nosso ilibado carequinha garantiu que a equipe requisitou que Coughlan cortasse os contatos com o engenheiro da Ferrari imediatamente, através de Johnatan Neale. Mesmo assim, Coughlan respondeu que a única forma de terminar as comunicações seria uma conversa cara a cara com Stepney.

Neale autorizou o encontro, mas somente se ele ocorresse fora do período de trabalho. Isso levou à viagem “de folga” do engenheiro à Barcelona, onde encontrou Stepney. “Somente o Sr. Coughlan e o Sr. Stepney sabem o que aconteceu naquele encontro e Coughlan comunicou a Neale que tinha alcançado os objetivos e acreditava que Stepney não o contactaria novamente”, revelou Dennis em sua carta.

Conforme o chefão inglês, não tiveram mais notícias de contatos entre Coughlan e Stepney até o dia 3 de julho, quando foram descobertos os 2 CDs com o dossiê sobre a Ferrari na casa de Coughlan. Dennis garantiu que em nenhum momento funcionários da equipe tiveram contato com essa informação e que a Ferrari “tenta maximizar ao máximo essa situação, inclusive confundindo a opinião pública ao misturar o evento da denúncia do assoalho ilegal com a aquisição ilegal do dossiê por Coughlan”.

Para concluir o tema, o diretor da McLaren explicou que ainda em maio Coughlan pediu a Neale para terminar seu contrato com a equipe e acrescentou que Coughlan não tinha qualquer influência no desenho do carro ou no seu aumento de performance. Na realidade ele era o responsável pelo controle de qualidade e durabilidade das peças desenhadas pelo engenheiro Patrick Lowe, que nunca teve acesso ao malfadado dossiê.

Por fim, Dennis negou que a Ferrari não tenha tido a oportunidade de se pronunciar na primeira audiência. Segundo ele, a Scuderia teve carta branca para participar da sessão, distribuindo um dossiê de 118 páginas e com a palavra aberta tanto para o seu advogado quanto para Jean Todt. “Não consigo entender as bases para a Ferrari alegar que não teve a oportunidade de apresentar o seu caso. Isso foi feito de ambas as formas, escrita e oral!”, lamentou. “A razão para a McLaren não receber penalização do Conselho Mundial de Automobilismo é por ele concluir corretamente que a equipe não pode ser responsabilizada pela conduta do Sr. Coughlan. Essa decisão foi tomada com base em fatos sólidos e não rumores falsos. A reputação da McLaren sofreu um duro golpe pelas reportagens incorretas da imprensa italiana e as declarações engandoras da Ferrari”, finalizou Dennis.

A carta está disponível, em inglês, aqui

Anúncios

~ por Bernardo Bercht em agosto 1, 2007.

3 Respostas to “Ainda a ladainha favorita do mundo da F1, o Stepneygate”

  1. Grande Bernardo! Enfim você arrumou um jeito de a gente concordar em alguma coisa.
    Fica claro pra mim também que a McLaren vai sair dessa situação sem grandes perdas, isto é, sem nenhum tipo de penalidade.
    As palavras de Ron Dennis esclareceram algumas coisas, como a participação da Ferrari no Conselho, que ela negava.
    As evidências ainda não são capazes de incriminar o time de Woking. Acredito que os argumentos da McLaren serão mais fortes que as apelações moralistas que a Ferrari pretende explorar.
    Só falta agora a gente concordar e errar o palpite… Vai ser uma ironia muito grande, mas vai saber o que pode acontecer até lá. Tem quase um mês pela frente, e algo pode mudar. Mas como nenhum de nós muda de opinião fácil, deveremos manter nossa aposta na pizza até o fim.

  2. Para mim, está tudo esclarecido. Depois disto, acredito cada vez mais na hipótese da “pizza”. Ou, como diz o velho provérbio português: “A montanha pariu um rato”…

  3. Desculpe mas acho que Vocês estão cometendo varios erros, Primeiro o culpado não é a Ferrari nem a McLaren quem é culpado é a FIA que esta cometendo os maiores erros e ninguém vê Começou em tirar a vitória de Senna naquele GP de Monaco, ERRO IRREPARÁVEL, depois tirou um titulo dele alegango que foi empurrado ERRO IRREPARAVEL nunca puniu o SHUMI nem a Ferrari nesses 7 anos de vitórias que acho que umas duas ou tres foram robadas ERRO IRREPARÁVEL, nunca protejeu nosso querido RUBINHO outro ERRO IRREPARÁVEL, mais ressente prejudicou a corrida do Massa naquele epizodio da saida dos boxes que pode ter custado o campeonato ERRO IRREPARAVEL, proibiu a Michelan só fica uma fornecedora de pneus outro ERRO IRREPARAVEL, proibe todo e qualquer desenvolvimento nos carros tanto eletronico como motores, e mais resentemente puniu a MAC LAREN por um acontecimento dentro da equipe que não prejudicava nenhuma outra equipe…enfim Vocês nunca viram nenhum engenheiro da Mac Laren vender projeto porque o RON DENNIS paga bem ,,…se a Ferrari paga mal??????Paciencia…azar dela ….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: