De novo o caso Stepney… E a trama se complica…

Nigel StepneyUm pó branco encontrado nos tanques de gasolina dos carros de Kimi Raikkonen e Felipe Massa, que estariam sob a supervisão de Stepney, foi o estopim para a crise entre o engenheiro e a Scuderia. A grande pergunta é: o que seria esse pó para mexer com os brios de Jean Todt?

O advogado de defesa de Stepney revelou que as acusações contra seu cliente são ainda muito “fluidas”, mas ele não acredita num processo por sabotagem. A maior probabilidade é a de uma ação por “fraude esportiva”. Daí pensei aqui com os meus neurônios: teria a equipe pressionado Stepney pelos resultados e o engenheiro, sob stress (visto que de repente tirou férias) tomou uma medida drástica para melhorar a performance adicionando algum aditivo no combustível dos carrinhos vermelhos?

Quando foi descoberto esse pó? Antes da corrida de Mônaco, ao que tudo indica… Será que ele não estaria dando uma mão para a performance da Scuderia no início do campeonato? Depois de Mônaco a queda de ritmo foi enorme, de meio segundo de vantagem para mais de meio segundo de desvantagem.

Vale lembrar que um motor com mais potência permite usar mais aerofólio, o que aquece mais rápido os pneus, gera mais aderência e diminui o seu desgaste. Enfim… É pura especulação conspiratória, mas algum sentido faz… Como disse o meu colega blogueiro Felipe Maciel no post anterior: “Isso não vai prestar…”

Anúncios

~ por Bernardo Bercht em junho 23, 2007.

3 Respostas to “De novo o caso Stepney… E a trama se complica…”

  1. Ora, se fosse assim o cara seria um herói! E a equipe não tinha nada que ter descoberto o pó. uhauuahuahuhauhahua
    Que loucura!
    Vamos esperar pra ver.

  2. Mas vale lembrar 1984, quando a Tyrrel teve todos os seus resultados excluídos por correr com combustível adulterado… Portanto, a Ferrari teria agido antes da tragédia consumar-se…

  3. Que história mais esquisita essa e eu nem estava sabendo de nada. Sua teoria é mto boa, vista a queda de rendimento dos carros…

    Eu tinha lido uma sobre o túnel de vento estar quebrado (!!!) e iss o ter diminuído o desempenho da equipe. O que cá pra nós, é um absurdo…

    Pra mim, a última esperança é ver como a Ferrari irá na próxima prova. Aí a gente pode dizer mais claramente qual a vantagem – ou não – da McLaren.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: