As duas últimas esquisitices da F1…

O mais famoso comentarista de F1 do mundo, o inglês Murray Walker tem um bordão dos mais verdadeiros para os Grandes Prêmios: “Anything can happen in F1, and it usually does!”. Traduzindo: “Qualquer coisa pode ocorrer na F1 e normalmente é o que acontece”. Essa semana foi palco de duas dessas novidades malucas, sendo que uma delas pode gerar uma terceira loucura.

Honda contrata chefe de aerodinâmica

Lateral nova do consórcio do mundo de engenheiros da Honda

Ok, seria uma notícia totalmente comum. A gigante japonesa está com problemas no projeto aerodinâmico do carro, logo, contrata um novo diretor técnico para tentar resolvê-lo. Só que com a notícia é que me caiu a ficha! A Honda não tinha um chefe de aerodinâmica! O túnel de vento em escala real, maravilha da engenharia, rios de dinheiro investidos em pesquisa… E uma tropa de japoneses enlouquecidos cada um cheio de idéias sem alguém para coordenar esforços. Só podia ter resultado na “Verdade Inconveniente” que tem mais arrasto aerodinâmico que uma jamanta Scania!

Bem, agora pode finalmente surgir a luz de idéias que faltava no túnel! John Owen, que trabalhou por muito tempo na Sauber, sendo inclusive o responsável por recalibrar o túnel de vento da equipe suíça (que agora opera sob o controle da BMW), que estava encrencado de forma parecida com o dos japoneses. Quem foi que teve a idéia brilhante de um consórcio aerodinâmico no lugar de Geoff Willys eu não faço idéia, porém…

Dança dos cockpits começa cedo lá no fundo do grid! E a vítima maior deve ser o “aposentado por invalidez” Ralf Schumacher…

Ralf deve sair depois do GP do Canadá

É pessoal… O pinta mais bacano, simpático, otimista e acessível do grid deve bailar para a F1… Cof… cof… cof… Junto com ele será também aposentado o sobrenome Schumacher, ao menos nessa geração. O queridinho do paddock (he-he-he) tem tomado um tremendo laço de seu companheiro Trulli, na Toyota, e nem as deficiências do carro vão servir de desculpa para a sua constante presença na rabeira do pelotão, brincando de pegar com as Spykers.

Uma discussão acalorada com seus engenheiros e com o diretor técnico geral da equipe, Noritoshi Arai, onde o tradicional bico emburrado teria dado lugar à raiva e à definição de seu carro como uma “grande M…”, teria colocado um ponto final nas discussões com o piloto para a próxima temporada. Claro que um ambiente tão ruim levou a especulações e no fim das contas alguém achou uma declaração de fonte interna da equipe revelando que os laços podem ser cortados ainda mais cedo. No caso, daqui a duas provas.

Adrian Sutil liderando os treinos de Monaco Agora o lado bizarro de tudo: quem está cotado para o lugar do alemão? A resposta mais normal seria o piloto de testes Frank Montagny. No entanto, a informação que corre é que parceiros da equipe gostariam de outro alemão na posição de piloto oficial e daí o susto viria com Adrian Sutil! Sim! O torpedo laranja da Spyker, que não poupou os muros de um circuito sequer nas provas realizadas até aqui.

Verstappen em chamas 1994Sua velocidade e competitividade, porém, teriam erguido sobrancelhas entre os chefões japoneses (que também tentam assinar com Takuma Sato para o ano que vem… !!!). Mas e na Spyker, o que acontece? Buenas… Um distinto e veterano piloto holandês acaba de fechar um acordo para testar os carrinhos laranja quando voltarem das américas. Sim, “The Boss”, como é conhecido pelos fanáticos beberrões da Holanda.

Jos Verstappen poderia fazer o seu QUARTO retorno para a F1 desde que estreou (e literalmente explodiu) pela Bennetton em 1994. Depois disso defendeu sempre equipes de expressividade duvidosa: Simtek, Footwork, Tyrrell, Stewart, Arrows e para coroar a carreira não podia faltar a Minardi! Um portento!

Videozinho da temporada de estréia do “Chefe”, um estouro!

Anúncios

~ por Bernardo Bercht em junho 1, 2007.

3 Respostas to “As duas últimas esquisitices da F1…”

  1. Aposentado por invalidez? Puxa, esse cara tá mal mesmo. Mas esse termo é maldoso demais, acho que ninguém gosta de ouvir.
    E dá-lhe Verstappen novamente.

  2. Seu post ficou muito bacana. Não conhecia o apelido do Verstappen, rs, ótimo! Aliás, o vídeo também é sensacional. O Chefe faz barbaridades mesmo. O Ralf já devia ter saído da F1. Pra mim, ele nunca foi um piloto bom, sempre esteve à sombra do irmão mais velho, mas enfim, conseguiu juntar os seus milhões. E espero que o Sutil também vire lenda na Honda. Aí que a equipe afunda mesmo!

    Bjs

  3. Boa! E tem mais, o Verstappen, nas palavras do Barrichelo numa entrevista para o Caldeirão do Huck a uns quatro anos atrás, falou que o holandês é realmente louco. Dentro e fora das pistas. Ótima matéria, gostei da ironia na pitada certa.
    Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: