Análise da manobra desleal de Massa

Mutley em ação

Nessa foto já fica bem claro as dimensões de pista que Felipe Mutley ignorou para realizar a sua manobra “ousada”. Pouco antes desse registro, ao invés de seguir uma tangência que permitisse a permanência do rival, ele diminuiu o esterçamento do volante e colidiu com a lateral de Alonso, provocando desequilíbrio no carro do espanhol, que precisou corrigir a traseira.

Alonso já tem mais de meio carro à frente quando leva o impacto da Ferrari na lateral direita, prontamente corrigindo com um contra-esterço

Alonso meio carro à frente

Ainda assim, as imagens permitem observar que Alonso controlou a tempo, só que Felipe manteve a mesma trajetória de sua Ferrari, empurrando o espanhol até a brita. Na imagem aérea é possível ver que há espaço para mais um monoposto do lado interno do “S’ e ainda assim Mutley resolve privar a McLaren, que já está na risca que delimita o fim da pista, de qualquer chance de contornar a curva.

Segue a análise gráfica da “cena do crime”:

Cena do crime

 

Anúncios

~ por Bernardo Bercht em maio 14, 2007.

9 Respostas to “Análise da manobra desleal de Massa”

  1. É uma corrida de carros, ele tem o direito total de disputar sua posição. Ainda mais quando é a primeira colocação em jogo. Ahh, e existe um nome pra manobra do Massa, se chama espalhar na curva.

  2. Todos tem o direito total de disputar qualquer colocação! Desde que de forma esportiva, senão vira bangu. Já vi outros exemplos do Massa nos tempos de Sauber que foram da mesma deslealdade: Enfiou o carro na traseira do Bernoldi em Mônaco, impediu a trajetória de Montoya na Eau-Rouge em Spa. E ele que abriu um berreiro no ano passado pelo Alonso ter atrapalhado sua volta de qualificação, mesmo estando um mundo na frente, devia seguir melhor o espírito esportivo… Fica bastante patético

    Eu conheço o “espalhar na curva”, mas essa manobra só pode ser considerada uma disputa esportiva quando o espalhar não tira qualquer chance que o adversário tenha de fazer a curva. Se você está atrás, mesmo que meio carro, deve buscar restringir ao máximo a trajetória do adversário para contra-atacar em seguida, impedir o seu traçado é desleal.

  3. Depois reclamam que na F-1 atual não tem ultrapassagem.
    O Alonso espremeu o Massa na entrada da curva, o Massa deu o troco e impôs respeito.
    Talves se o Massa estivesse seguindo a “tangência” hoje estariamos discutindo o por quê ele não espremeu o Alonso e o deixou ultrapassa-lo…. Vai entender.
    Na minha opnião, manobra linda, sem jogo sujo…. O Montoya fez o mesmo com o Shummy em 2001 em Interlagos e foi lindo ver o Alemão sem escapatória.

  4. Absolutely agree with Leonardo and Sakher… I mean come on, it’s racing. Your point of view supporting Alonso is a clear loss of neutrality as an Anti-Massa person. 😛

  5. Maravilhosa manobra, que o Massa continue lutando para quem sabe levar o título.
    Parabéns pelo arrojo, se ele abre as pernas todos iam dizer que ele não passa de um medroso, não acho ele deva ser chamado de Mutley.

  6. Eu acho que o negócio agora nem é mais ser desleal, mas sim a briga entre o Alonso e o Massa promete esquentar. Dá pra sentir e ver isso pela cara dos dois antes de subirem ao pódio e durante a entrevista coletiva. Acho que o Felipe foi certo, eu tb daria um totó no Alonso. Ainda mais se vc pensar que ele é bi-mundial e pode tirar suas chances de vencer no campeonato. Batidas são normais na F1, se o Alonso quisesse evitar, ele recolheria o carro…

  7. Para mim, isto não foi deslealdade. Desleal foi aquilo que fez o Schumacher ao longo da sua carreira: Adelaide 1994, Jerez 1997, Mónaco 2006… isso sim, foi deslealdade! Alonso arriscou, Massa defendeu, tudo absolutamente legal…

  8. Concordo plenamente com você. Massa seguindo escola do Schumacher e do espírito ferrarista de vencer a qualquer custo.

    Ridículo. Aaaa se o Massa fosse o Alonso e o Alonso o Massa eu queria só ver o que a mídia e esse povinho que fica assistindo F-1 só para torcer por um brasileiro estariam reclamando.

  9. Você está sendo totalmente parcial, devido a sua antipatia declarada pelo Massinha, o novo fenômeno Brasileiro, que está tendo a oportunidade de ser campeão do mundo com a saída de Schummy! Uma lástima se o Pé de Chinelo não teve essa sorte! A ultrapassagem foi totalmente leal, ele não iria parar o carro para deixar o Alonso passar, até porque o Alonso estava forçando, por fora; ninguém é tão burro igual ao Barrichello que deixava todos passarem ele e depois ficava chorando, corrida é faca nos dentes e pronto, não tem que dar moleza, qualquer um que correu de kart ou carro sabe o que estou dizendo, não tem que aliviar, ele estava por dentro, azar do Alonso! Ele sabia os riscos, não adiante reclamar, ele também não iria aliviar se estivesse no lugar do Massa, só os perdedores aliviariam, pode ter certeza disso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: