No Vácuo – Treinos livres, Barcelona

Alonso acena para os fãsFernando Alonso comandou o escritório nessa sexta-feira. Muita gente deve ter ficado surpresa (principalmente a grande mídia nacional), pois a Ferrari vinha acenando com um ganho de performance ainda maior depois de apresentar várias modificações no pacote aerodinâmico.
A McLaren resolver botar água no “vino” dos italianos e liderou ambas as sessões. Hamilton um pouco mais rápido que Alonso no início da manhã e o espanhol comandando com folga a sessão da tarde.

Reparei que as Ferrari apresentaram certa dificuldade para atingir a temperatura ideal de funcionamento dos pneus “prime”. Precisavam de duas a três voltas mais que a McLaren para conseguir seus melhores tempos.

Enquanto que as flechas de prata faziam a primeira passagem a cerca de meio segundo das melhores marcas, os carros da Scuderia viravam a mais de um segundo, demonstrando clara falta de aderência nos setores de baixa velocidade. Tudo indica que o “mexicano maluco” funciona melhor do que a corcunda da Ferrari… A vantagem dos britânicos não é grande, entretanto, e a briga deve ser forte na qualificação.

O “Eita!” das duas sessões ficou por conta da Renault, que fez colocou seus dois pilotos em 2ª e 3º nos tempos do dia. Operaram um pequeno milagre e agora a equipe frances volta para a briga pelo campeonato? Não caio nessa! Fisichella e Kovalainen foram para a pista com um sopro de combustível, pneus negresco e fizeram um temporal para mostrar serviço. Vale ressaltar, porém, que os tempos foram sim competitivos, mesmo para um ritmo de qualificação.

Schumacher no paddock

Michael Schumacher desencadeou o terceiro acontecimento alardeado da sessão. O alemão voltou pela primeira vez ao paddock da F1 e, ainda que pela manhã tenha se apresentado no seu estilo “texano em crise de moda”, à tarde já rodava pelos pits vestindo uniforme Ferrari e distribuindo pitacos no microfone de seus headphones e sorrisos clássicos do queixada para as câmeras.

Não faltou o eterno bonezinho Ferrari com a sua assinatura de costume. Deviam ter emprestado um macacão para o macaco velho e ver o que ele conseguia tirar do modelo atual…

Enquanto isso, acendeu um sinal amarelo no box da BMW. Estrearam uma nova asa dianteira, mas os tempos de Heidfeld e Kubica ficaram muito aquém do esperado. O primeiro ficou num distante 8º lugar, atrás da Williams de Nico Rosberg, e Kubica (que continua tomando tempo do companheiro) em 11º, atrás da Red Bull de Mark Webber e (Pasmem!) da Toro Rosso de Scott Speed! Sim, a Toro finalmente resolveu dar as caras na metade certa do grid!

Logo atrás vieram as notavelmente (e incrivelmente) melhoradas Honda, com Button em 13º e Barrichello em 14º. Finalmente um pequeno passo adiante para a gigante nipônica, que hoje, enfim, conseguiu colocar um pouco de tempo nos filhotes de Super Aguri.

Por fim, os catadores de milho da Toyota surpreenderam negativamente, com marcas muito lentas, à frente apenas da Aguri e da Spyker. Vale lembrar que Ralf chegou a liderar uma sessão nos testes da semana passada… Lá atrás, com a nossa habitual lanterninha, o “coitado” do Alberts continua tomando tempo do maníaco Adrian Sutil.

Anúncios

~ por Bernardo Bercht em maio 11, 2007.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: