Nossos vestibulandos

 GP2 Series

Nesse sábado a GP2 faz a sua primeira prova da temporada, no Bahrain, logo após os treinos da F1. A grande novidade para esse ano é a invasão de brasileiros na categoria. São cinco representantes na competição que serve de porta de entrada para a F1.

É um fenômeno curioso, pois faz algum tempo que a Confederação Brasileira de Automobilismo tem dado atenção apenas para a Fórmula Bolha (leia-se Stock Car Brasil) e para as jamantas descontroladas (entenda Fórmula Truck), desconsiderando os monopostos, reais formadores de pilotos com nível internacional.

Segue uma breve análise de cada um deles:

Lucas Di Grassi – ART Grand Prix

Lucas Di Grassi

Lucas Di Grassi parece ter um talento para estar na cola de Nelson Ângelo Piquet. O grande obstáculo porém para esse paulista, porém, sempre foi estar em equipes médias ou do fundo do grid enquanto Nelsinho desfrutou sempre de boas estruturas provenientes dos investimentos corretos do pai e de seu sobrenome. Eis que com muita luta, hoje Di Grassi é a principal aposta brasileira para conquistar o título da GP2 que Piquet, apesar de chegar perto, não conseguiu.

Di Grassi faz parte do programa de desenvolvimento de jovens pilotos da Renault desde 2004, quando disputou o campeonato britânico de F3, terminando em oitavo, com 2 vitórias, 2 poles e 6 pódios. No ano passado, a Renault conseguiu uma vaga para o brasileiro na fraca equipe Durango para disputar a Gp2. Com inúmeros problemas de acerto e ainda a utilização de partes ilegais (que não traziam ganho de performance, mas infringiam os testes de segurança da categoria por usarem materiais de baixa qualidade) que ocasionaram a desclassificação de algumas provas, a temporada serviu apenas para conhecer as pistas. Mesmo assim Di Grassi marcou 8 pontos e fez o novo recorde da categoria em Mônaco, com a volta mais rápida.

Antônio Pizzonia – Petrol Ofisi FMS International

Antonio Pizzonia

Com 3 temporadas incompletas e inconstantes na F1, pela Jaguar e pela Williams, o Jungle Boy deu um passo para trás e buscou refúgio na Champcar, em 2006. Disputou algumas provas por lá e agora dá um passo para o lado, voltando para a Europa na Gp2. Campeão de tudo o que disputou até chegar à Formula 3000, tudo se complicou ao assinar com a Jaguar para correr ao lado de Mark Webber em 2003.

Nos testes de inverno, no entanto, carimbou tempos impressionantes com a equipe que é em parte de Giancarlo Fisichella e é um forte candidato a vitórias. Se a equipe de metade do pelotão conseguir regularidade, pode até beliscar o título, sua principal ambição para colocá-lo sob os holofotes da F1 novamente.

Bruno Senna – Arden International

Bruno Senna

O sobrinho do tri-campeão Ayrton Senna continua em sua escalada automobilística, mas ainda sem conquistar nenhum título na sua breve carreira. Está claro até agora que o sobrenome famoso ajudou muito a colocar o garoto na vitrine das equipes européias, mas com pouca experiência no kart, o brasileiro conseguiu alguns resultados expressivos na Fórmula 3 inglesa.

Seu currículo incluí apenas 6 provas de Fórmula BMW inglesa e 1 corrida na Fórmula Renault asiática. Logo depois, Bruno subiu para a F3, onde conquistou 5 vitórias, sendo 3º na temporada 2006. Assinou contrato com a Arden, que tem relações próximas com a Red Bull (inclusive sendo patrocinada pelos energéticos) e sua carreira foi auxiliada por Gerhard Berger, atual chefe de equipe e acionista da Toro Rosso. O piloto declara que pretende fazer duas temporadas na Gp2 para então dar o salto para a categoria principal. Para tanto, porém, precisa ter resultados expressivos já a partir da metade de 2007.

Sérgio Jimenez – Racing Engineer

Sérgio Jimenez

Sérgio Jimenez ganhou quase tudo que podia no kart, faltou apenas o Campeonato Mundial, onde chegou a largar na pole-position, mas teve problemas nas provas. Depois disso as coisas complicaram. Ainda foi campeão da Fórmula Renault brasileira, mas sem nenhuma vitória, apenas colecionando pódios e depois partiu para a F-Renault inglesa, sem conseguir resultados expressivos porém.

Na Fórmula 3 espanhola conseguiu uma vitória na temporada passada e terminou o campeonato na quinta posição. Impressionou o pessoal da petrolífera espanhola Repsol (que patrocina a Racing Engineer) que lhe deu a chance de testar os carros da GP2 e da World Series by Renault. Fez bons tempos e, mesmo sem um patrocinador forte, conseguiu acertar um contrato para fazer metade da temporada. Agora precisa de resultados fortes para confirma até o fim do ano. A equipe é média e pode dar condições ao brasileiro de surpreender.

Alexandre Negrão – Minardi Piquet Sports

Xandinho Negrão

Xandinho é aquele piloto esforçado, um esforçado competente por assim dizer. Vai para a terceira temporada na GP2, um dos poucos veteranos da competição em 2007. No seu currículo tem o campeonato da F-3 Sul-Americana de 2004, com o melhor equipamento e em um grid não muito competitivo, porém. A partir daí estabeleceu parceria com Nelsinho Piquet na disputa da GP2.

Não é injusto dizer que o seu patrocinador pessoal, Genéricos Medley, financiou boa parte de ambas as temporadas dele e de Piquet na categoria e está garantindo essa nova chance depois da fusão da Piquet Sports com Giancarlo Minardi. Xandinho pensa grande e declarou que essa será uma temporada para ganhar corridas. Caso sua equipe mantenha o nível de performance que tinha com Nelson Ângelo, é um possibilidade. No entanto, pilotos de alto nível não costumam passar mais do que 2 temporadas nas categorias de entrada para a F1. Na verdade, os grandes talentos costumam pular etapas inclusive.

Anúncios

~ por Bernardo Bercht em abril 12, 2007.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: